segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Pensando em Lean

Filosofia Lean

A filosofia Lean fala eliminar desperdício. O desperdício não acrescenta valor nenhum no que fazemos.

  • Aprenda enxergar desperdício;
  • O desperdício aparece :
  1. Quando se deixa algo para trás;
  2. Quando faz algo que não server para nada ou sem necessidade;
  3. Na atenção que perdemos quando fazemos varias tarefas ao mesmo tempo;
  4. No tempo que perdemos esperando algo de alguém;
  5. Na movimentação que pode ser evitada;
  6. Quando criando-se defeitos;
  7. No excesso de controle.

A filosofia diz que devemos aproveitar todas oportunidades para aprender mais. Isto acontece através de feedbacks, interações e integrações.

Decida tardiamente quando tiver mais informações. Isto tem custo, mas é menor do que os trazidos pelas más decisões.

Entregue o quanto antes. Tempo não se recupera.

Aprenda delegar e acredite no potencial das pessoas com quem trabalha.

Procure sempre melhorar suas habilidades de motivação e liderança e estimule o compartilhamento de aprendizado.

Desenvolva a visão do todo.

Não abra mão da qualidade.

Tenha orgulho do que faz ou você pode estar desperdiçando sua vida.

Origem do Lean

W. Edwards Deming (1900-1993):

  • Sistema de conhecimento profundo;

Ciclo de Shewhart

aborda3

  • O Sistema de Produção da Toyota:

Taiichi Ohno (1912 - 1990)

Fluxo “Just-In-Time”:

  • Complexidade X Economia de Escala;

Automação :

  • “Stop-the-Line”.

Shigeo Shingo (1909 - 1990):

Produção sem estoque:

  • Trabalho organizado em tarefas pequenas;

Zero Inspeções:

  • “Mistake-proof”;

Os valores foram expandidos para outras
áreas:

  • Produção Lean;
  • Manufatura / Operações Lean;
  • Cadeia de Suprimentos Lean Desenvolvimento de Produtos Lean.

Desenvolver software é criar um novo
produto!

  • Sempre aparece algo novo.

Problemas com Software

  • Requisitos que mudam com freqüência;
  • Decisões centralizada;
  • Gerenciamento de escopo rígido;
  • Desenvolvimento linear;
  • Quase sem foco na qualidade do software.

Fluxo do Lean

agileleanweb2

Princípios Lean voltado para software

  • Elimine Desperdícios;
  • Inclua a Qualidade no Processo;
  • Crie Conhecimento;
  • Adie Comprometimentos;
  • Entregue Rápido;
  • Respeite as Pessoas;
  • Otimize o TODO.

Eliminando desperdício poderemos entregar software funcionando que agregue valor ao cliente.

Elimine Desperdícios

  • Trabalho incompleto;
  • Processos desnecessários ou a mais;
  • Funcionalidades desnecessários ou a mais;
  • Troca de tarefas;
  • Handoffs;
  • Atrasos;
  • Defeitos;

Inclua a Qualidade no Processo

  • Não deixe os testes para final;
  • Ciclos de teste extensos quase sempre gastam  tempo corrigindo defeitos;
  • Ao invés de se esforçar para gerenciar defeitos tente evita-lós, Teste de unidade ajudam;
  • Prevenindo defeitos com vários tipos de teste:
  1. Testes de Aceitação;
  2. Testes de Usabilidade;
  3. Testes de Unidade;
  4. Testes de Resposta, Segurança,
    Escalabilidade.

Crie Conhecimento

  • Metáfora: criar x preparar uma receita;
  • Incentive o compartilhamento de conhecimento;
  • O processo deve sofrer melhoramentos contínuos.

Não existe bala de prata.
Fred Brooks

  • Método científico (Plan-Do-Check-Act):
  1. Enquadre o problema;
  2. Busque pela raiz do problema;
  3. Fazer a proposta de uma solução;
  4. Implemente a solução;
  5. Verifique os resultado;
  6. Analise e adapte seus padrões.
  • Mito: Predições criam previsibilidade.

Adie Comprometimentos

  • Decisões irreversíveis devem ser tomadas o mais tarde possível ;
  • Opções reais;
  • É preciso definir o momento da decisão quando houver mais informação;
  • Flexibilidade mal usada é ruim;
  • Um bom líder saberá alocar flexibilidade;
  • Mito: Um plano é um comprometimento;
  • Design baseado em conjunto:
    Na incerteza, experimente diversas soluções;
    Agende o momento da decisão;
    Sempre haverá uma solução que funciona.

Entregue Rápido

  • Competir com base na velocidade traz
    grande vantagem competitiva;
  • Utilize sistemas Pull em software;
  • Utilize disseminadores de informações:
    Kanban e Meeting.

kanban1

  • Utilize pequenas quantidades de trabalho:
    Limite o trabalho à capacidade;
  • Teoria das filas:
    Tempo do ciclo = Tarefas em processo/
    Taxa Média para completa

Lições:
Pequenas quantidades de trabalho andam mais rápido;
Possuir alguns recursos inativos diminui o tempo do
ciclo.

  • Tempo gasto esperando na fila é desperdício!
  • Objetivo: Reduzir o tempo do ciclo!

Respeite as Pessoas

  • 3 pilares estão relacionados às pessoas:

   Liderança; 
   Time de trabalho com conhecimento;
   Planejamento e controle baseado em responsabilidade.

  • Liderança: 
      Bom conhecimento técnico; 
      Bom conhecimento do cliente.
  • Times completos.
  • Pessoas são recursos?
  • Papel da gerência é distribuir tarefas e
    monitorar?
  • Exemplo: Idéia coletadas na Toyota.
  • Motivação:
  • Propósito;
  • Participação;
  • Segurança;
  • Competência;
  • Progresso;

A verdadeira inovação da Toyota é sua
habilidade em usufruir da inteligência dos
trabalhadores comuns. Gary Hamel

  • Mova a responsabilidade e o poder de decisão para o nível mais baixo possível;

Otimize o TODO

  • Círculo vicioso 1 no desenvolvimento
    de software:
  1. Cliente pede nova funcionalidade, para ontem;
  2. Desenvolvedor ouve: Termine rápido!
  3. consequência: Mudanças feitas de qualquer jeito no
    código;
  4. consequência: Aumenta complexidade do código;
  5. consequência: Número de defeitos aumenta do código;
  6. consequência: Tempo para adicionar funcionalidade
    cresce exponencialmente.
  • Círculo vicioso 2 no desenvolvimento de
    software:
  1. Equipe de testes sobrecarregada;
  2. consequência: Testes depois da codificação, nada agile;
  3. consequência: Desenvolvedores não recebem feedback
    imediato, comunicação anda ruim no time;
  4. consequência: Desenvolvedores criam mais defeitos;
  5. consequência: Equipe de teste sobrecarrega de trabalho.
  • É preciso olhar para o processo todo;
  • Não adianta remediar sintomas;
  • É preciso achar a causa e resolver;
  • 5 Porquês.
  • Métricas:
  1. Medir informação x Medir desempenho;
  2. Tenha cuidado:
    1. É fácil medir muitas coisas;
    2. É fácil medir as coisas erradas;
  • Diminua o número de métricas de
    desempenho;
  • Meça para cima:
      • Medidas no nível mais alto que direcionam para o comportamento correto;
      • Medidas a nível de time, não de indivíduos.
  • Incentive a colaboração do time.

Fonte:http://www.agilcoop.org.br

e www.youtube.com/watch?v=FsKghWVmyQo

Bye see you next post

Nenhum comentário:

Postar um comentário