terça-feira, 20 de outubro de 2009

Scrum e Psicologia

brain-speaks-paralysis

Analisando a interação da equipe em torno do sprint, fatores psicológicos são importantes de serem analisados. Os profissionais deverão ser abertos as opiniões, criticas construtivas e darem suas sugestões.

Nas reuniões diárias os profissionais não devem omitir nada no relato do que fizeram ontem, o que vão fazer hoje e obstáculos. Senão sprint não anda.

Na verdade equipe deve vestir o scrum. Com foco no termino do sprint com qualidade. Deve haver motivação, entusiasmo, coragem, autogerenciamento, autoconfiança e auto-estima. Um profissional da psicologia ou ligado neurolingüística ajudará bastante o scrum master e equipe nas características citadas e outros fatores comportamentais.

Outro momento é do spring retrospectiva, onde Scrum Master junto à equipe revê o que funcionou bem e pode melhorar para próximo sprint. A equipe deverá ser aberta as sugestões de melhora. E pensar que errar é humano e consertar é um gesto humano e profissional.

Se equipe for composta por profissionais que sejam uma fogueira de vaidade, provavelmente não aceitaram críticas construtivas. Estes profissionais não serão adequado a cultura ágil com tanta interatividade entre a equipe.

"Determinação coragem e autoconfiança são fatores decisivos para o sucesso.
Se estamos possuídos por uma inabalável determinação conseguiremos supera-lós.
Independentemente das circunstâncias,devemos ser sempre humildes,recatados e despidos de orgulho." Dalai Lama

Vocabulário

Neurolingüística: é a ciência que estuda a elaboração cerebral da linguagem. Ocupa-se com o estudo dos mecanismos do cérebro humano que suportam a compreensão, produção e conhecimento abstrato da língua, seja ela falada, escrita, ou assinalada. Trata tanto da elaboração da linguagem normal, como dos distúrbios clínicos que geram suas alterações.


Bye see you next post

Nenhum comentário:

Postar um comentário